Teste se sua tireoide está funcionando bem usando apenas um termômetro

Você sabe como está a sua tireoide? É comum muitas pessoas terem problemas relacionados com a glândula tireoide e nem sequer desconfiarem.

Fatores como uma o excesso de peso e a incapacidade de conseguir emagrecer, mesmo com dieta equilibrada e atividades físicas são um forte indicativo de problemas com a glândula tireoide.

Vamos ensinar um método para realizar um teste simples que lhe dará uma ideia sobre o funcionamento de sua glândula. Contudo, antes vamos saber o que é a tireoide e suas funções

Trata-se uma glândula em forma de borboleta que está localizada no pescoço, bem acima da clavícula. A tireoide desempenha um papel essencial em nossa saúde e bem-estar e saúde, já que pe uma das glândulas endócrinas que são responsáveis ​​pela produção de hormônios essenciais para o correto funcionamento de organismo.

Estes hormônios são responsáveis ​​por controlar o ritmo de diversas atividades realizadas pelo corpo, o que inclui a velocidade de queima de calorias e os batimentos do coração. Em geral são as atividades relacionadas ao metabolismo do corpo.

A tireoide absorve o iodo dos alimentos e o converte em hormônios.

Por este motivo que em regiões onde há carência na oferta de iodo (no ar e nos alimentos), e não há suplementação, geralmente, a população sofre com problemas na tireoide.

As principais disfunções na tireoide são o hipotireoidismo e o hipertireoidismo. Em geral, os problemas relacionados à tireoide afetam principalmente as mulheres.

No hipotireoidismo, há o funcionamento mais lento da tireoide, o que resulta em baixa ou nenhuma produção de hormônios.

Os principais sintomas são: cansaço, aumento de peso, queda de cabelo, palidez, prisão de ventre, depressão e aumento da sensibilidade ao frio.

Já o hipertireoidismo está relacionado ao aumento da atividade da glândula tireoide, o que causa sintomas como insônia, perda anormal de peso, ansiedade e entre outros.

Essas disfunções podem atingir também a fertilidade feminina e até mesmo prejudicar a gravidez.

Quem sofre de hipertireoidismo possui um sintoma físico aparente, que são os olhos saltados e arregalados.

Aprenda um teste caseiro para identificar alterações de tireoide

Este teste não substitui, de forma alguma, o trabalho de um médico, mas pode ser um indicativo de algo norma está acontecendo.

Você vai precisar de apenas um termômetro. Isso porque, a taxa metabólica do corpo está relacionada ao calor que é gerado durante as atividades metabólicas. Por este motivo, a temperatura pode ser um indicativo à respeito da função dessa glândula.

ATENÇÃO: O melhor termômetro para fazer esse teste caseiro é o que é basal de mercúrio, que é facilmente encontrado em farmácias. Mas, você pode usar um termômetro digital caso não tenha um de mercúrio.

Agite o termômetro e certifique-se de que ele não marca uma temperatura acima dos 35 graus Celsius (ou 95 graus Fahrenheit).

Quando for dormir, deixe o termômetro ao lado de sua cama e, ao acordar, coloque o termômetro embaixo de uma das axilas por cerca de 10 minutos. Faça isso antes de se levantar da cama.

Neste momento, você vai medir a temperatura mais baixa de seu corpo durante o dia, e esta temperatura que está relacionada com a função da glândula tireoide.

Anote diariamente a sua temperatura.

Caso a temperatura estiver entre 36,5 graus Celsius (97,7 Fahrenheit) e 36,8 graus Celsius (98,2 Fahrenheit), a tireoide está funcionando normalmente. Contudo, se estiver abaixo de 36,5 graus Celsius (97,7 Fahrenheit), dignifica que a glândula pode estar funcionando de forma lenta.

Mas, se temperatura estiver acima de 36,8 graus Celsius (98,2 Fahrenheit), e se você não estiver com infecção, a sua tireoide está acelerada.

Repita durante uma semana o teste.

Para mulheres que estão na idade fértil, ou seja, ainda menstruam, o teste deve ser feito no segundo, terceiro e quarto dia do ciclo menstrual. Isso porque, há um aumento considerável de temperatura durante o período de ovulação, o que pode originar falsos resultados.

Homens e mulheres na pós-menopausa podem fazer o teste em qualquer época do mês.

IMPORTANTE: Repetimos que o teste não deve, de forma alguma, ser um substituto da avaliação médica. Mas, deve ser encarado como uma forma de alerta para se buscar ajuda médica e indicação de tratamento adequado, caso seja necessário.

Este é um site de notícias sobre tratamentos caseiros, que não substitui o trabalho de um especialista. Consulte sempre seu médico.

Teste se sua tireoide está funcionando bem usando apenas um termômetro
Gostou desse artigo?