Pessoas que preferem café amargo têm maiores tendências psicopatas, diz estudo

Recentemente, estudiosos se dedicaram a analisar o comportamento das pessoas que bebem café totalmente sem açúcar. Indivíduos com preferência pelo café meio amargo, com pouca açúcar, também foram alvo do estudo. O resultado do experimento é realmente surpreendente.

A Universidade de Innsbruck, na Áustria, foi a instituição responsável pela investigação, que analisou a personalidade das pessoas com preferência pelos sabores amargos.

Cerca de 1000 pessoas tiveram seus hábitos alimentares analisados. Para isso, os especialistas austríacos fizeram uso de várias perguntas para conhecer de perto a personalidade das pessoas estudadas. Também lançaram mão de testes psicológicos para tornar o estudo ainda mais científico.

Resultados do estudo

Além dos artifícios psicológicos e das perguntas, o experimento usou como metodologia a degustação. Todos os participantes tiveram que provar alimentos com diferentes níveis de açúcar. Na mesa, foram colocados chocolates doces e amargos, assim como café com e sem açúcar.

Com a análise dos resultados, os investigadores descobriram que as pessoas que preferiram os sabores mais amargos, com menor nível de açúcar, eram aquelas com uma personalidade mais maléfica e sádica, além de maior tendência psicopata.

De acordo com os especialistas, essas pessoas preferem sentir o sabor amargo nos alimentos pois se sentem em uma “montanha russa” de emoções. Por outro lado, as pessoas com preferência pelos sabores doces e pelo café com açúcar tendem a ter uma personalidade simpática e caridosa.

Pessoas que preferem café amargo têm maiores tendências psicopatas, diz estudo
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: