Pessoas que filmaram acidente de Ricardo Boechat ao invés de ajudar poderão ser processadas

A atitude de Leiliane Rafael da Silva comoveu o país inteiro, pois ela foi uma das poucas pessoas que estavam no local onde o helicóptero com Ricardo Boechat caiu e fez alguma coisa para ajudar.

Os homens que estavam no local pegaram o celular e ficaram filmando a tragédia, enquanto Leiliane foi até o caminhão tentar resgatar o motorista que estava consciente. Ela vem sendo considerada uma verdadeira heroína, enquanto os homens que ficaram só filmando estão sendo criticados nas redes sociais.

Só que além de receber críticas, a pessoa que não fez nada para ajudar ainda poderá ser processada e responder por omissão de socorro. A atitude daquelas pessoas que ficaram filmando não é só moralmente reprovável, elas podem responder perante a Justiça por seus atos.

Vários homens preferiram ficar com o celular na mão gravando do que tentar ajudar as vítimas e omissão de socorro é algo grave, sendo previsto no artigo 135 do Código Penal.

A pessoa deixa de prestar socorro quando não ajuda a vítima ou então quando não procura chamar alguém que poderá ajudar de fato. Estas pessoas que estavam filmando podem alegar que as equipes de resgate já haviam sido acionadas e então não havia mais nada a ser feito, a não ser esperar que os profissionais chegassem.

Indiferença à dor do próximo

Mas quem vê as imagens dificilmente não fica indignado com a indiferença daquelas pessoas que, diante de tamanha tragédia, pegaram o celular e ficaram tirando fotos e fazendo vídeos que depois seriam compartilhados nas redes sociais, como de fato aconteceu.

O assunto é polêmico e há várias interpretações, mas nas redes sociais muitos estão tratando Leiliane como uma verdadeira heroína porque naquele momento ela só pensou em tentar fazer algo para ajudar, ao invés de ficar olhando e gravando com o celular.

Pessoas que filmaram acidente de Ricardo Boechat ao invés de ajudar poderão ser processadas
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: