Pai morde crocodilo para libertar o filho de 12 anos de suas mandíbulas

Um pai salvou seu filho de se afogar e possivelmente de ser devorado por um crocodilo, ele mordeu a enorme perna do réptil até que o animal soltasse seu filho. Diego Abulhasan, de 12 anos, estava nadando com seu irmão mais novo em um rio perto de sua casa, em Balabac, Filipinas, quando um crocodilo o atacou e o arrastou para debaixo d’água.

Tejada Abulhasan imediatamente correu para o rio, assim que ouviu seu filho gritando por ajuda. Ele mergulhou no rio sem qualquer hesitação, armado apenas com uma tábua de madeira, ele bateu no crocodilo repetidamente com a prancha e socou, mas o réptil não soltou Diego. Porém, sem saber o que fazer o homem começou a morder a perna do crocodilo o mais forte que podia!

O método usado pelo pai funcionou na liberação de Diego e o crocodilo nadou para longe. Em seguida, Tejada levou seu filho um hospital mais próximo para tratamento. Felizmente, Diego só teve algumas cicatrizes, mas sem ferimentos graves e foi liberado dois dias depois.

Havia tanta adrenalina em meu corpo que não tive tempo para pensar. Eu estava batendo no crocodilo e não soltaria meu garoto. Eu estava lutando com o crocodilo e nos olhamos nos olhos um do outro. Então, do nada, tive a ideia de mordê-lo. Agarrei sua perna e mordi o máximo que pude igual a um cachorro Rottweiler”, disse o pai do garoto à polícia, segundo o Daily Mail.

As investigações revelaram que, enquanto a vítima e seu irmão mais novo estavam se limpando no rio, o crocodilo repentinamente mordeu o braço esquerdo dele e o puxou para a área mais profunda e arrastou seu corpo causando vários cortes nas diferentes partes de seu corpo“, disse o superintendente da polícia Sócrates Faltado. Ele acrescentou que a bravura de Tejada é a razão pela qual Diego ainda está vivo.

Pai morde crocodilo para libertar o filho de 12 anos de suas mandíbulas
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: