Pai é obrigado a escolher entre mãe e bebê após parto trágico

A mãe Keyvonne sofreu uma forte hemorragia e seu marido teve que escolher entre a vida dela e a da filha que esperava

O pai norte-americano Frederick Connie foi obrigado a tomar uma terrível decisão: escolher entre a vida de sua bebê e a da mãe dela. Sua esposa Keyvonne sofreu uma hemorragia na sexta-feira passada (30/11) quando estava grávida de sete meses da primeira filha do casal.

O casal seguiu para o hospital imediatamente e ao chegarem no local os médicos informaram Frederick que ele teria que decidir entre a vida de Keyvonne e a da bebê que ela esperava. “Ela estava com hemorragia, então ou os médicos faziam primeiro os procedimentos para estancar a hemorragia e então eles salvavam a vida da minha esposa, mas nossa filha morreria. Ou eles faziam uma cesárea de emergência, minha filha sobreviveria, mas havia a chance de perder minha esposa”, disse Frederick em entrevista ao canal norte-americano KDVR.

Frederick tomou a decisão que acreditava ser a que sua esposa desejava, ele decidiu que a cesárea de emergência deveria ser feita para salvar a vida da bebê do casal. Infelizmente, Keyvonne não resistiu ao procedimento e morreu logo após o parto. “Os médicos tentaram de tudo, mas não conseguiram salvá-la”, afirmou Frederick.

Ela ainda conseguiu ver fotos de sua bebê recém-nascida antes de partir. “Eu não me arrependo desta decisão porque no final se Keyvonne sobrevivesse, ela teria me odiado pelo resto da minha vida por não ter salvo nossa filha”, contou Frederick na entrevista.

A mãe não resistiu, mas sua bebê sobreviveu

Apesar de ter nascido prematura, a bebê sobreviveu e está se recuperando bem no hospital. Ela tem recebido leite materno doado, o que está ajudando muito em sua recuperação. Frederick batizou a filha com o nome da mãe. “Eu a nomeei Angelique Keyvonne Connie. Ela vai saber muito sobre a mamãe dela, eu vou garantir isso”, afirmou Frederick.

A pequena Agelique Keyvonne terá alta do hospital nas próximas semanas. Ele também contou que pretende ser pai em tempo integral de sua pequena. “Eu fui dado para a adoção, mal conheci meus próprios pais, então estar presente na criação da minha filha é muito importante para mim”, concluiu Frederick.

Confira fotos da bebê a seguir:

Foto: Reprodução Facebook – A bebê sobreviveu ao parto, mas sua mãe não resistiu

Pai é obrigado a escolher entre mãe e bebê após parto trágico
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: