Motorista de aplicativo confessa que espancou passageira e faz revelações aterrorizantes

Silomar Santos do Lago, motorista de aplicativo que está com 28 anos, foi preso após a denúncia de agressão contra uma passageira. O rapaz foi acusado de espancar a jovem e abandoná-la, enrolada em um lençol, em um terreno baldio no lote de Abadia, região de Goiás.

Inicialmente, o rapaz disse à polícia que a moça tentou roubá-lo, mas, ao ser capturado, confessou em vídeo que era tudo uma invenção de sua cabeça. “Taquei o braço nela, ela caiu. Dei uns três socos. Fui ao porta-malas e taquei o macaco nela. Imaginei que tinha morrido”,relatou o motorista.

As investigações feitas em relação ao crime que aconteceu no dia 09 de janeiro, contra Ana Júlia Costa Pereira Pouso Alto, de 20 anos, que solicitou uma corrida pelo aplicativo. No caminho da viagem, a moça começou a ser agredida pelo rapaz com socos. No intuito de matá-la, ele também deu golpes com um macaco.

A jovem foi encontrada ferida. Com diversas fraturas em sua face, ela precisou ficar mais de dez dias internada no hospital para se recuperar.

Arthur Fleury, responsável pelo caso, contou que Silomar alegou ter sido caloteado pela moça, que já estava lhe devendo mais de dez corridas. Nesta quinta-feira (15), ele se limitou apenas a dizer que a moça agredida havia pagado duas das 12 corridas que fez com ele.

João Neto de Moraes, advogado de Silomar, alegou que vai realizar a apuração do inquérito para dar mais detalhes sobre todo o acontecido. Ele também alegou que abrirá o inquérito para pedir a liberdade de seu cliente. “O motivo foi essa dívida, não houve qualquer abuso. Ele inventou a história do roubo em um momento de desespero”, explicou o defensor.

Motorista de aplicativo confessa que espancou passageira e faz revelações aterrorizantes
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: