Menino de dois anos está preso há quase uma semana em poço de 100m

Desde o último domingo, 13 de janeiro, um menino de apenas dois anos está preso em um poço de 100 metros de profundidade. O acidente aconteceu no sul da Espanha, mais precisamente na cidade de Málaga. Julen, nome do menino, desapareceu enquanto a família passeava. Segundo o pai do menino, ele viu quando a criança caiu no buraco.

As autoridades confirmaram que no momento, dois túneis estão sendo cavados na tentativa de alcançar a criança. O trabalho está sendo difícil para eles, pois a previsão é de que haja chuva nos próximos dias e isso seria o fim do menino.

Infelizmente ainda não foram identificados sinais de vida saídos do poço, devido isso, algumas pessoas questionaram se o menino realmente teria caído ali, mas de dentro do poço foram coletados materiais de DNA (fios de cabelo), que com o exame realizado confirmaram ser do menino.

Uma das autoridades locais observou que o fato de o teste ter dado positivo é uma prova irrefutável de que o menino realmente está ali. José, pai do menino, disse à imprensa que a família ainda se agarra à esperança de que a criança está viva, apesar das condições em que o menino caiu e o tempo que permaneceu dentro do poço.

Família do menino já havia perdido outra criança com a mesma idade

Vizinhos da família de Julen disseram que a família tem outra tragédia em sua história. Segundo relatos, outro filho do casal morreu quando tinha 3 anos devido a uma doença no miocárdio.

O resgate é perigoso e difícil

Uma das principais dificuldades do grupo é que o buraco tem apenas 25 cm de diâmetro, isso torna o acesso perigoso. Por isso, estão sendo escavados dois túneis para tentar alcançar o menino.

O poço estava desprotegido, apesar disso o empresário que o encomendou garantiu que o tinha fechado. Equipes espanholas e suecas ajudam no resgate na esperança de que o menino ainda esteja vivo.

Menino de dois anos está preso há quase uma semana em poço de 100m
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: