Médico deforma rosto de paciente e diz que ‘o inchaço é normal’

As cirurgias plásticas estão se tornando mais comum, as pessoas recorrem a ela para melhorar sua aparência. No entanto, os resultados nem sempre são o que eles esperam e acabam com deformidades em seu corpo.

Recentemente, vieram à tona imagens de pessoas com deformidade após terem feito cirurgia plástica como um suposto cirurgião plástico que mora em Goiânia. O homem foi identificado como Wesley Murakami.

Este cirurgião plástico prometeu aos seus pacientes um rosto renovado, fresco e atraente, mas aconteceu ao contrário, os pacientes ficaram irreconhecíveis após os procedimentos cirúrgicos.

O suposto cirurgião plástico injetou uma quantidade excessiva de produtos proibidos, como o Metacrylo PMMA, substância que, segundo o Conselho Médico Brasileiro, só deve ser injetada dentro dos limites prescritos de cinco mililitros.

Depois de ver os resultados, pelo menos 40 pacientes iniciaram uma ação judicial contra o médico, pois alegam que ele deixou danos irreversíveis em seu rosto.

Algumas das vítimas ousaram compartilhar imagens das consequências das más práticas do cirurgião plástico e apontaram que as deteriorações são tão sérias que até pensavam em suicídio.

Umas das vítimas foi identificada como Alexandre Garzon, de 35 anos, que processou o médico e também quer compensação:  “A plástica permanecerá no meu rosto pelo resto da minha vida. Esse cara deve ser preso porque ele continua a arruinar a vida de muitas pessoas“, disse a vítima do falso médico.

Da mesma forma, outra jovem expôs sua situação e revelou que se sente muito envergonhada da aparência de seu rosto:  “Meu rosto estava distorcido. Eu tinha vergonha de ir à escola e o estresse do ensino fez meu rosto inchar ainda mais. Eu tive que cobrir meu rosto com meu cabelo e as pessoas me olhavam estranhamente“, disse outra vítima do médico.

Depois que as imagens vieram à tona, o cirurgião plástico negou as acusações em suas redes sociais e indicou que está disposto a cooperar com as autoridades.

Médico deforma rosto de paciente e diz que ‘o inchaço é normal’
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: