Mãe se atira do 9º andar com o filho nos braços por não ter dinheiro para comprar cadeira de rodas

A mulher de 30 anos cometeu o ato desesperado por não ter condições de comprar a cadeira que o filho necessitava

“Ela era mãe solteira, tinha que fazer tudo sozinha, e isso levou-lhe à exaustão”

Mais um triste caso de depressão que terminou com a morte de duas pessoas.

Elena Oldenburg, de 30 anos era mãe solteira e vivia na Russia com seu filho que tinha paralisia cerebral.

Segundo relato de testemunhas, Elena tentava obter meios de comprar uma cadeira de rodas, pois o filho já era um adolescente e ela precisava carregá-lo nos braços por onde iam.

De acordo com publicação do Jornal Mirror, Elena subiu até o 9° andar do prédio com o filho Misha nos braços e se jogou com ele. O caso aconteceu em Tolyatti, em Samara Oblast.

Os corpos da mãe e do filho foram encontrados sem vida no meio dos blocos de apartamentos onde residiam por um vizinho.

O homem contou que ela estava exausta pois como era mãe solteira tinha que fazer tudo sozinha, e o filho era 100% dependente.

“Elena abraçava-o sempre e nunca gritava com ele. Ela nunca se tinha queixado de nada também. Acho que não aguentou o fardo enorme que tinha”.

Uma mulher que a atendeu em uma loja e foi uma das últimas pessoas a ver Elena com vida contou:

“Naquele dia veio comprar comida mais cedo. Parecia estar chateada com algo. Durante a noite vi uma ambulância junto do bloco onde ela morava, e mais tarde soube da notícia”

Os vizinhos contam que ela quase não recebia visitas e não tinha amigos íntimos.

A polícia segue investigando o caso.

Mãe se atira do 9º andar com o filho nos braços por não ter dinheiro para comprar cadeira de rodas
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: