Mãe foi obrigada a esperar 24 horas na emergência com bebê doente: ‘Enfermeiras riram’

Uma mãe relatou um drama que precisou enfrentar com a filha doente. Ela precisou esperar por 24 horas na emergência do hospital com a filhinha de 10 meses nos braços. A garotinha estava sofrendo com a síndrome de mãos, pés e boca. Ainda de acordo com a mãe, as enfermeiras riram quando ela falou que a bebê estava desidratada.

A mulher contou que foi maltratada por pessoas da equipe, após precisar levar sua filha, Dolcie-Era ao Hospital Basildon. A menina estava com a temperatura alta e desenvolveu erupções que cobriram praticamente todo corpo dela.

“Ela teve uma erupção cutânea em todas as partes de seu corpo. Ela tinha uma erupção cutânea nos ouvidos e nos olhos”, disse Chelsea Clarke, de 21 anos, mãe da bebezinha. Ela foi informada que a menina tinha a doença da mão e da febre aftosa e mesmo assim teria sido mandada de volta para casa com os medicamentos.

Como não teve nenhuma melhora, a jovem retornou com a menina para a emergência. Ela conta que a filha não alimentou e nem tom bebeu nada ao longo do dia. A mãe disse que ficou indignada com a maneira que os profissionais a trataram e contou que a enfermeira ainda riu da cara dela.

Revoltada, Chelsea disse que não acha aceitável que uma mãe fique esperando com um bebê de menos de um ano por tantas horas. Após tanto tempo no hospital, a garotinha recebeu atendimento e terminou de se recuperar em casa. Ela acrescentou: ‘O hospital se desculpou, mas não deveria ter vindo deles. Deveria ter vindo das enfermeiras’, desabafou a mãe.

De acordo com o Hospital Basildon a mãe passou por uma experiência ruim e que o caso está sendo apurado dentro da unidade.

Doença das mãos, pé e boca

É uma infecção viral que causa lesões nas mãos, pés e bocas do paciente, podendo também afetar as genitais e nádegas. A doença é mais comum em crianças menores de 10 anos.

Mãe foi obrigada a esperar 24 horas na emergência com bebê doente: ‘Enfermeiras riram’
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: