Mãe enterra filho no dia de sua festa de 15 anos; ele morreu na tragédia no CT do Flamengo

Marília Silva, funcionária pública, enterrou o filho único no dia em que ele comemoraria 15 anos de idade. Foi uma dor muito grande e ela precisou ser amparada pelos familiares e amigos. Arthur é uma das vítimas na tragédia ocorrida no Ninho do Urubu.

No cemitério Portal da Saudade, uma multidão compareceu ao enterro do jovem e Marília parecia não acreditar que seu filho estava morto. Os amigos do rapaz estavam presentes e também chocados com tudo que aconteceu.

Todos os rapazes foram ao velório usando camisa do Flamengo ou então do Volta Redonda. O enterro foi na tarde deste último sábado (09) e a mãe desolada recebia muitos abraços e mensagens de carinho, todos tentando convencê-la a continuar batalhando, pois enterrar o filho era como se seus sonhos também estivessem indo embora para sempre.

“De onde ele estiver ele vai olhar por você”, disse um dos amigos da vítima.

Sem acreditar que o jovem jogador morreu

Arthur Vinícius de Barros Silva Freitas era zagueiro no Flamengo, ele vinha treinando para realizar o sonho de um dia vir a ser jogador profissional. Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro e também o prefeito de Volta Redonda estiveram no velório, onde os amigos da vítima entoaram o hino do Flamengo.

Marília, por um momento, precisou esquecer a própria dor para abraçar os amigos do filho morto, ela também foi cordial com os jornalistas que queriam entrevistá-la e pediam desculpas por incomodá-la em um momento tão difícil.

Ela disse que ninguém precisava se desculpar, pois os jornalistas estavam apenas realizando seu trabalho e ela entendia perfeitamente. Marília contou que fez tudo que podia pelo filho, ajudando-o sempre para ir atrás de seu sonho e que faria tudo novamente se fosse preciso, desabafando em seguida: “Isso é o que conforta meu coração”.

Mãe enterra filho no dia de sua festa de 15 anos; ele morreu na tragédia no CT do Flamengo
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: