Mãe é criticada por amamentar seu bebê em um supermercado

Deijah Cook é uma jovem mãe de 21 anos que passou por uma situação constrangedora quando amamentava seu bebê Coby de apenas três meses em um supermercado, ela resolveu contar o que passou em sua rede social e tem recebido desde então o apoio de milhares de pessoas por todo o mundo.

A moça mora na cidade de Tauranga, na Nova Zelândia e contou sua história não somente em sua rede social, mas também em uma entrevista ao The New Zealand. Ela disse que foi duramente criticada por uma mulher apenas pelo fato de amamentá-lo em local público.

Deijah contou que tentava fazer suas compras o mais rápido possível para não ter de amamentar o filho ali no supermercado, mas a criança chorava muito e chegou a um ponto em que ela não aguentou mais ouví-lo chorar. Foi nesse momento que a mãe resolveu alimentar o bebê ali mesmo, cobriu a cabeça da criança e começou a amamentá-lo.

Era para ser considerado um ato mais que normal uma mãe amamentando seu bebê, mas uma mulher que também estava no supermercado fazendo suas comprar veio até Deijah e disse à ela que amamentar o filho é algo que deve ser feito com privacidade, ou seja, em um carro ou em casa, não em público onde os outros podem ver.

A mãe disse em entrevista que se sentiu envergonhada por fazer algo que todas as mães fazem quando o filho está com fome. Deijah se sentiu humilhada, mas nenhuma das outras pessoas que estavam presentes no local e se manifestaram ou a defenderam, todos ficaram calados observando a mãe ser criticada.

Em sua rede social, ela recebeu o apoio de outras mães que também já passaram pela mesma situação.

Mãe é criticada por amamentar seu bebê em um supermercado
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: