Mãe deixa filhinha de 4 anos ser estuprada para agradar marido: ‘Ele adorava’

Nenhum tipo de crime é aceitável, mas quando se trata de crianças é ainda mais difícil de imaginar e para piorar quando o crime é praticado por quem deveria proteger a criança, no caso, a própria mãe.

Um crime bárbaro tem chocado o Brasil e o mundo. Uma menina de 4 anos foi violentada com a permissão da própria mãe biológica e segundo informações divulgadas ela sofria abusos desde o ano passado.

Esse caso bizarro aconteceu no estado de Minas Gerais, a filha era estuprada pelo companheiro da mãe com abusos constantes e depois eles faziam sexo e isso parece que era para apimentar a relação, foi o a mãe fez questão de deixar claro dizendo que o homem não é pai da menina.

Para agradar o marido, a mãe permitia que ele passasse a mão pelo corpo da  criança procurando provocar estímulos sexuais, além de tudo que essa bebê sofreu, o casal ainda tinha relações sexuais na frente da menina que era obrigada, mesmo apavorada a assistir o ato.

Levada para delegacia após denúncia, a mulher tentou se explicar temendo sofrer agressões das presidiárias que também são mães, disse que fez tudo isso porque temia que o companheiro não a desejasse mais e fosse embora, por isso preferiu permitir que ele molestasse a filha.

A mulher contou que todas as vezes que o marido estuprou menina ela assistiu.

O homem estuprador disse que o fato da criança ser virgem o deixava excitado, para eles se tratava de uma fantasia sexual, segundo o próprio casal de criminosos narrou.

Na delegacia o padrasto contou que ficava muito melhor quando faziam sexo na frente da criança.

A polícia tomou conhecimento do que estava acontecendo porque a mãe parece ter se arrependido, ela é uma mulher de 32 anos e fez denúncia ligando para polícia, mas momento disse que o marido a obrigava a fazer tudo o que ela permitiu.

Os experiente policiais descobriram que a história não estava bem contada e, logo conseguiram solucionar o caso, ambos disseram que a intenção nunca foi machucar a criança, para eles era algo natural a crueldade que cometiam.

Não ficou esclarecido se a criança seria disposta colocada para adoção ou se algum familiar irá tomar conta dela.

Mãe deixa filhinha de 4 anos ser estuprada para agradar marido: ‘Ele adorava’
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: