Mãe confessa o que fazia enquanto namorado agredia seu bebê e gera revolta

Jaimie Howard e A’kym Henderson estão presos por serem acusados de matar o seu bebê de apenas um ano de idade. Eles são da cidade de Macon, nos Estados Unidos, e estão em regime fechado por tentarem esconder a verdadeira causa da morte do filho deles.

Porém, eles não esperavam que a autopsia revelaria que a criança tinha sofrido fortes traumas na região do crânio, graças a decorrentes agressões que posteriormente levaram a sua morte.

Segundo a polícia da localidade, King Henderson, veio a óbito no dia 22 de janeiro, porém o caso só foi revelado para a imprensa há dois dias, na última sexta-feira (01). A sua mãe até o levou para o hospital Coliseum Horthside em Maicon, mas ele já estava desacordados e os médicos não conseguiram reanimá-lo.

No começo da história a mãe tentou esconder o verdadeiro motivo dos fatos e tentou encobrir a agressão que seu namorado cometeu, A’kym Henderson, que é pai da criança, deixando o caso ainda mais revoltante, se isso é possível.

Só que após as revelações feitas na autopsia realizadas no hospital, a mãe admitiu que ficou apenas olhando para o lado enquanto o seu namorado agredia e socava seu filho. Fato que tem revoltado as pessoas que estão acompanhando o caso.

Ela revelou ainda que seu namorado apenas parou de agredir a criança quando o bebê ficou desacordado e ele notou que ele estava inconsciente. Só depois de notar isso é que a mãe decidiu levar a criança para o hospital, mas infelizmente isso já era tarde demais. Agora pai e mãe estão presos aguardando o julgamento do caso.

Mãe confessa o que fazia enquanto namorado agredia seu bebê e gera revolta
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: