Jovens aplaudem e chamam atiradores do massacre em Suzano de ‘heróis’

Após o massacre na escola Raul Brasil, em Suzano, São Paulo, a grande maioria dos brasileiros descobriu que existe na Internet alguns fóruns onde os participantes debatem ataques como este, são os ‘chans’. Os dois atiradores da escola em Suzano faziam parte de um fórum deste, e após o ataque eles foram aplaudidos, chamados de heróis e ovacionados por outros participantes.

Massacres como este de Suzano são incentivados nos chans e pessoas depressivas, revoltadas e solitários, acabam aceitando o desafio e se tornam ‘heróis’ para os demais membros do grupo online.

Não vamos divulgar aqui os principais canais nos fóruns onde estas pessoas estão incentivando outras a cometerem barbáries, mas a polícia já tem conhecimento do fato e está investigando. Inclusive, contam com profissionais especializados em crimes virtuais, que acabam se tornando reais, como aconteceu nesta quarta-feira (13).

O portal R7 confirmou que Guilherme e Luiz, os dois atiradores de Suzano, eram integrantes de um chan, que só é acessado através da darknet e os jovens recorreram ao grupo para conseguirem dicas para este massacre.

No início do mês de março, um dos atiradores de Suzano postou uma mensagem no fórum, agradecendo principalmente ao administrador, identificado apenas por DPR: “Muito obrigado pelos conselhos e orientações, DPR. Esperamos do fundo dos nossos corações não cometer esse ato em vão”.

De acordo com a Polícia Militar, os policiais chegaram à escola alguns minutos após o início do tiroteio e quando se depararam com os dois atiradores, o mais novo matou o colega e em seguida tirou a própria vida.

Jovens aplaudem e chamam atiradores do massacre em Suzano de ‘heróis’
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: