Jovem empurrada de ponte por amiga quer justiça após sofrer múltiplas fraturas

Certas brincadeiras – se é que podem ser chamadas dessa maneira – devem ser evitadas. Não foi isso que aconteceu no parque ambiental de Yacolt, próximo de Portland, no estado de Oregon, nos Estados Unidos.

No começo de agosto, a jovem Taylor Smith, de 18 anos, foi filmada empurrando a amiga Jordan Holgerson, de 16, de uma ponte sob um rio. Dezoito metros – equivalente a um prédio de seis andares – separavam a ponte do rio.

Jordan demonstrou hesitação em pular da ponte. “Não, não vou”, afirmou ela. A amiga, então, tomou uma atitude inesperada e a empurrou rio abaixo. No local, há uma orientação para que brincadeiras sejam evitadas.

A garota de 16 anos sofreu ferimentos graves: seis costelas quebradas, perfuração em um pulmão, escoriações sobre o esôfago e ferimentos na traqueia. A mãe da menina comemorou o fato de ela não ter ficado paralítica.

A queda na água em uma altura muito grande pode se assemelhar a queda em um piso duro. Por isso, é necessário todo cuidado na hora de realizar este tipo de aventura.

Taylor afirma, em sua defesa, que a amiga pediu para ser empurrada. “Ela queria pular, mas estava com medo. Então me ela me pediu que eu a empurrasse”, afirmou. No final de agosto, Taylor foi indiciada pela Justiça e pode condenada a um ano de prisão.

“Ela disse que iria assumir toda a responsabilidade. Mas está mentindo. Não acredito que ela sequer se importe. Quero justiça”, afirmou a jovem que foi empurrada da ponte. O vídeo do ocorrido mostra Jordan distraída quando é empurrada pela amiga de 18 metros de altura.

Jovem empurrada de ponte por amiga quer justiça após sofrer múltiplas fraturas
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: