Jair Bolsonaro poderá ser submetido a nova cirurgia

Estava previsto para o presidente Jair Bolsonaro receber alta hospitalar nesta quinta-feira (07), mas como ele apresentou febre e também acúmulo de líquido na região intestinal, a equipe médica resolveu mudar os planos.

Bolsonaro continuará internado por pelo menos mais sete dias, segundo informou Otávio do Rêgo Barros, porta-voz da Presidência, pois o paciente está em observação e a torcida é para que os medicamentos continuem surtindo efeito.

Internado em terapia semi-intensiva no Albert Einstein, o presidente continuará fazendo uso dos antibióticos por causa de um possível quadro de infecção. Ainda segundo o porta-voz, uma nova cirurgia não foi descartada, porém, isto não é uma prioridade para o momento. Otávio disse ainda que também não existe a intenção de um novo afastamento do cargo, mas que tudo será conversado com a equipe médica.

Saúde do presidente

O Planalto vem tentando minimizar as mudanças que veem ocorrendo no quadro de saúde do Bolsonaro, pois antes as notícias eram de que a alta hospitalar estava próxima, depois chega a informação de uma piora e que ele precisará ficar internado mais uma semana.

“Essas intercorrências com altas e baixas são normais”
, alegou o Planalto, lembrando que Bolsonaro precisou ser submetido a três cirurgias em poucos meses, sendo que duas foram emergenciais, por isso o quadro clínica está dentro do que já era esperado.

Em seu perfil no Twitter, Bolsonaro fez uma postagem informando que continua despachando do hospital e que continuará trabalhando para alavancar o país.

Jair Bolsonaro poderá ser submetido a nova cirurgia
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: