Homem mata a namorada após ela descobrir segredo, viaja com o corpo e tira a própria vida

O agente penitenciário Francisco Moacir Nunes Junior, de 37 anos, matou a namorada, Iara Coelho da Silva, no último sábado (23), em Sorocaba, onde o casal que estava junto há um ano e meio morava. Ele trabalhava em Mairinque.

Em áudio que enviou para a família, ele afirmou que o disparo foi não intencional e que os dois discutiram depois que Iara descobriu fotos e vídeos comprometedores no celular de Francisco. No áudio, ele explica que mantinha contato com uma garota de programa.

Logo após Iara morrer, ele colocou o corpo dentro do carro e viajou para Itapetininga, também no interior de São Paulo, onde mora sua família. Ele chegou ao local por volta das 22h50. Francisco parou o carro na frente da casa da família. De acordo com a irmã do rapaz, ele estava nervoso, contou que brigou com a namorada e que arma disparou.

Em seguida, ele disse que amava a todos e pediu perdão aos familiares. A mãe não queria deixá-lo sair, mas ele pulou o muro. Logo depois, os familiares ouviram o som de um tiro. A irmã correu para a frente da casa e encontrou Francisco caído. Neste momento, viram o corpo de Iara dentro do carro.

O Corpo de Bombeiros foi chamado, mas quando chegou ao local Francisco já havia morrido. A família estava bastante consternada e desesperada com as duas perdas de forma tão trágica.

A Polícia Civil registrou o caso como homicídio simples e suicídio. O áudio que enviou à irmã foi encaminhado à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Itapetininga, que ficará responsável por investigar este caso.

Homem mata a namorada após ela descobrir segredo, viaja com o corpo e tira a própria vida
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: