Heroína sem capa: garçonete relata como salvou criança que sofria abuso dos pais

Jordan Cooper, uma garçonete de 21 anos de idade, não pensou duas vezes em ajudar uma criança que estava sendo maltratada e abusada por seus mais no restaurante em que ela trabalhava.

Ela relata que assim que o casal entrou no local o bebê de 20 meses lhe chamou a atenção, para ela parecia que ele estava pedindo ajuda. “Eu não posso nem descrever aqui o quão ruim ela parecia e como porque ninguém notou isso”, disse ela em entrevista concedida para a WPSD.

A garçonete, que está no oitavo mês de gestação, disse que ficou surpresa ao notar ferimentos na cabeça do bebê assim que um cobertor foi removido. Depois o pai, Mark Lee Pierce, de 33 anos, fazia a criança comer a força um pedaço de pão enquanto choramingava e se retorcia na cadeira. A mãe, Jessica Woodworth, de 36 anos, acompanhava a cena sem fazer nada. Confira abaixo uma imagem registrada do ato.

Depois de pedir para que outros clientes registrassem o ato, a garçonete questionou os motivos do pai levar a criança três vezes seguidas até o banheiro sem levar a sacola de fraldas. Os pais assustaram com a intervenção, pediram a conta e saíram rapidamente do local.

Felizmente, Jordan não se deu por satisfeita, ela anotou a placa do veículo e ligou para o serviço de emergências 911. O casal foi preso por abuso infantil, pois a criança estava com vários hematomas e vivia em condições precárias. “Ouvi dizer que as condições da casa eram tão horríveis que um policial teve de se recompor do lado de fora”, disse ela.

A garçonete fez questão de relatar o ocorrido em suas redes sociais, relatando os detalhes de tudo o que ela presenciou e finaliza a postagem dizendo que está muito feliz com o que ela fez. “Estou tão feliz com o que eu fiz, por que eles ainda poderiam estar colocando as mãos sobre ela”, completou essa verdadeira heroína que não usa capas.

Heroína sem capa: garçonete relata como salvou criança que sofria abuso dos pais
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: