‘Ela agiu no afã do momento’, diz mãe de mulher que agrediu criança de 6 anos no DF

A mãe de Danielle Cavalcanti, flagrada por câmeras de segurança de um condomínio em Brasília agrendindo uma criança de 6 anos, no último fim de semana, defendeu a filha em entrevista à TV Globo nesta sexta-feira (14). Schirley Cavalcanti dos Santos disse que Danielle agiu “no calor do momento” e que não houve agressão.

“Ele [a criança] não foi agredido por um adulto. Em momento nenhum eles bateram. Ela agiu no afã do momento, gente. Pelo amor de Deus”, declarou.

As imagens, no entanto, registraram o momento em que Alexandre Campos de Jesus, genro de Schirley, segura a vítima para que o neto da moradora bata no rosto do menino. Em seguida, Danielle empurra o garoto, que cai no chão Casal segura menino para que filho o agrida em condomínio no DF

Casal segura menino para que filho o agrida em condomínio no DF

Após a afirmação, Schirley foi questionada sobre os vídeos. Em resposta, ela deu a entender que a “culpa” seria da criança:

“Tudo bem, mas vocês sabem se ele xingou ela? Ela só empurrou porque ele xingou ela.”

Nas imagens que flagraram o momento não é possível ouvir a discussão. Mas, de acordo com a Polícia Civil do DF que começou a ouvir as testemunhas nesta sexta, Danielle e Alexandre são investigados por “lesão corporal”, com pena prevista de três meses a um ano de prisão.

Decisões do condomínio

Ainda na manhã desta sexta-feira, moradores do condomínio se reuniram com um advogado e decidiram levar o caso para uma votação em assembleia. Muitos pedem que o genro e a filha de Schirley Cavalcanti dos Santos não possam mais entrar no local.

O encontro deverá ocorrer na próxima semana. Além disso, será discutido se o condomínio entrará com uma ação de reparação de danos contra o casal. A indenização seria usada para criar colônias de férias e dar apoio psicológico às crianças que “estão assustadas”.

A agressão

As agressões aconteceram no fim da tarde de domingo (8), numa quadra de esportes da Octogonal, região do DF. As câmeras de segurança flagraram o ocorrido

Câmera de condomínio de Brasília mostra o momento em que uma das crianças caiu

Câmera de condomínio de Brasília mostra o momento em que uma das crianças caiu

As duas crianças brincavam e um delas tropeça sozinha na bola, cai e bate a boca no chão. Em seguida, outras crianças se aproximam. O garoto que caiu, levanta e deixa o local. Logo depois, ele volta carregado pelo pai, Alexandre Campos de Jesus.

Alexandre segura um outro menino pelos braços e manda o filho dar um tapa na criança. Pouco depois, Danielle Cavalcanti aparece, vai até a criança e a empurra.

O casal agressor não mora na Octogonal. No domingo, eles visitavam Schirley Cavalcanti dos Santos. Danielle e Alexandre vivem em Águas Claras, a cerca de 12 quilômetros do condomínio.

Até esta sexta, o casal ainda não tinha concedido entrevistas. A delegada responsável pelo caso, Patricia Bozolan, informou que eles serão chamados para prestar depoimento na próxima semana.

A Polícia Civil ainda aguarda o resultado do exame de corpo de delito realizado pela criança que sofreu as agressões.

‘Ela agiu no afã do momento’, diz mãe de mulher que agrediu criança de 6 anos no DF
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: