Criança morre com tiro no peito, moradores acusam policiais e fazem protestos

Uma menina de apenas 11 anos de idade foi baleada na tarde desta quinta-feira (14), na Zona Norte do Rio de Janeiro, mais precisamente no bairro Triagem. Jenifer Silene Glmes estava em frente ao bar da sua mãe, que fica localizado na Rua Bergamo, quando foi atingida por um tiro no peito.

A menina chegou a ser atendida e foi levada para o Hospital Municipal Salgado Filho que fica no Méier, porém, de acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde, a menina já chegou sem vida ao dar entrada na unidade.

Moradores próximos de onde a menina morava estão acusando os policiais militares de terem efetuado disparos. Contudo, a Polícia Militar está negando a informação. Até o momento não há nenhuma confirmação de onde partiu o tiro. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Polícia Civil.

Uma pessoa foi entrevistada e disse ao RJ2 que a mãe da menina e outras pessoas estavam conversando quando começaram os disparos. A Secretaria de Polícia Militar disse que segundo o comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar, equipes foram enviadas ao local para verificar um roubo de carga e quando chegaram se depararam com pessoas carregando uma criança ferida.

“Até quando isso vai continuar? Me ajuda, pelo amor de Deus! A gente é pobre, mora num barraco. A polícia já chega atirando. Não pode! A polícia já chega atirando”, disse Kátia Silene, mãe da menina que estava muito abalada, e mesmo assim reforçou as acusações.

Moradores das proximidades ficaram revoltados com o crime e atearam fogo em dois ônibus. Uma rua chegou a ficar interditada com os protestos que foram acompanhados pela Polícia Militar. Por volta das 14h30 os bombeiros foram acionados e o fogo foi controlado.

Criança morre com tiro no peito, moradores acusam policiais e fazem protestos
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: