Como lidar com crianças birrentas: siga 10 dicas que vão te ajudar a contornar o problema

Esse comportamento birrento é uma fase da criança e toda criança passa por ela. Infelizmente nem todos os pais sabem lidar com essa variação comportamental e têm mais, é chato, é desagradável. Se for em público então, muitos pais sentem vergonha quando a criança se joga no chão e fica ali gritando e sapateando pra chamar a atenção.

Não existe uma fórmula elaborada e completa para lidar com o contexto que se inicia na faixa etária que compreende dos 2 aos 4 anos. O que se sabe, é que realmente acontece, as crianças tentam mesmo dominar o contexto, dominar os pais e a situação e o único modo que elas sabem usar é gritando e chorando pra chamar a atenção.

No entanto é essencial estar preparado para esse contexto, porque cabe aos pais serem firmes, decididos e determinados a dominarem o problema. Se na primeira birra da criança o pai amolecer, pronto, serão muitas crises e uma mais intensa do que outra. Por essa razão os pais precisam ser fortes, determinados e estarem totalmente no controle. Logo abaixo, estão pontuados 10 dicas de como lidar com as crises de birras das crianças.

1. Acalmar

Jamais tente acalmar seu filho, pedindo para ele ficar quieto ou calar a boca, vai ser pior. Os pais devem ignorar totalmente a crise, a não ser que essa crise esteja colocando em risco outras crianças. Mas caso contrário, ignore completamente, pois assim a criança vai ver que é inútil tentar chamar a atenção e vai parar.

2. Não se irrite com o barulho

Deixa gritar, espernear e chorar e quanto mais barulho a criança fizer, mais calma a mãe deve ficar e ignorar completamente a cena, como se os pais não estivesse vendo, ouvindo ou se irando.  A criança precisa entender e aprender que não se conquista nada gritando ou sapateando.

3. Não grite, entenda o motivo

Geralmente os pais se iram rapidamente e começam a gritar, é errado. Leve em consideração que a criança ainda não sabe lidar com as próprias emoções e que portanto o único caminho que ela tem é gritar. Diante do contexto, primeiro avalie porque ela esta gritando, se for algo simples e que apenas uma intervenção dos pais, pode resolver, então com calma, ajude seu filho. Caso contrário, apenas argumente ou ignore o contexto.

4. Não bate na criança, de tempo a ela

Bater na criança no contexto da birra só vai piorar a situação. Se onde estiver acontecendo a birra, o lugar não apresenta perigos, deixa ela lá rolando no chão até que ela entenda e recupere a sua própria razão. Ela vai entender aos poucos e sozinha, que não conseguimos as coisas gritando e berrando. E depois da sua crise de ira, ela vai se acalmar e aprender que esta na direção errada.

5. Desvie a atenção da criança

Nesses casos é sempre melhor agir em silêncio, não adianta falar, porque crianças até 5 anos não se concentram em uma palavra por mais de 30 segundos. Portanto, o melhor a fazer é desviar a atenção, Mude o foco para outro contexto, distraia a criança com outras coisas e tudo vai se resolver de forma tranquila.

6. Abrace a criança

Quando ela estiver já cansada de chorar e espernear, abrace seu filho, não precisa dizer nada, apenas o abrace, ele vai se sentir protegido dentro do seu abraço e vai encontrar conforto. Nesse conforto ela vai encontrar segurança e proteção para lidar com suas explosões emocionais.

7. Lanche ou cochilo

Depois da crise ofereça um lanche e faça desse momento um momento agradável como se nada tivesse acontecido. Ou seja, de novo os pais devem ignorar a passagem da birra. A fome e a necessidade de repouso são as possíveis causas da birra, por isso é necessário que as crianças estejam sempre descansadas e alimentadas, por mais simples que pareça, esses dois itens pode evitar o contexto da birra e poupar energia seja da criança como dos pais. Toda criança deve fazer no mínimo duas sonecas durante o dia, uma no meio da manhã e outra entre o almoço e o jantar.

8. Incentive seu filho

Procure manter seu filho sempre calmo diante de qualquer situação e diga a ele, que é necessário se comportar, ensinar é sempre o melhor caminho.

9. Ria do contexto

Sim, entrar em pânico vai deixar a criança mais irada ainda do que ela já esta. Mesmo estando em público, ria da situação e procure ser sempre o mais calmo possível, pois assim a criança vai entender que é inútil se comportar daquela maneira.

10. Mude de lugar

Durante a cena da birra, saia dali e tire a criança daquele cenário, fazendo assim a criança vai perder o foco e vai acabar por se distrair com outras coisas.

Lembre-se: é importante para uma criança ser aprovada diante de bons comportamentos, do mesmo modo, ela também precisa ser reprovada quando estiver errada. A criança tende a reproduzir tudo aquilo que dá resultados e tira a atenção.  Portanto ao ser valorizada diante de coisas boas, ela tende a reproduzir.

Como lidar com crianças birrentas: siga 10 dicas que vão te ajudar a contornar o problema
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: