Caso Taina: esposa e filha aparecem e marido comemora fim do ‘pesadelo’ com churrasco

Raul Kennedy da Silva fez um churrasco neste domingo (2) para comemorar o aparacimento da esposa, Taina Queiroz, e a filha do casal de apenas oito meses. Elas estavam desaparecidas desde o começo de novembro e a história é assustadora.

Raul viajou a trabalho e quando voltou para casa, em Pilar do Sul, interior de São Paulo, não encontrou a mulher nem a filha. Era o começo de um pesadelo durou quase um mês. No dia 3 de novembro, ele registrou um boletim de ocorrência.

O homem recebeu mensagens do ex-patrão Luis Fernando Lourenço. Ele dizia que estava com Taina e que ela teria ido embora com ele por vontade própria. Lourenço dizia ainda que a jovem e o bebê estavam bem.

A polícia abriu inquérito e começou a investigar o caso. Inicialmente, o registro era de desaparecimento porque não havia nenhum pedido de resgate. A família de Taina recebeu vídeos da jovem.

Ela aparecia ao lado da filha e dizia estar feliz. Os parentes, que a conhece bem, notaram sinais de nervosismo na fala de Taina. No dia 28, a PM corrigiu o boletim de ocorrência e passou a investigar o caso como subtração de incapaz.

Lourenço, que era procurado pela polícia há cerca de um ano por estelionato, foi preso no útimo sábado (1º), na cidade de São Luís, no Maranhão.

Em entrevista ao G1, Silva comemorou o aparecimento da esposa e filha. “Foi a melhor notícia da vida. Estou muito aliviado e, finalmente, acabou o pesadelo. Agora vamos poder entender o que realmente aconteceu com elas, e eu terei minha família de volta. Está todo mundo feliz e até assamos uma carninha para comemorar”, afirmou.

Caso Taina: esposa e filha aparecem e marido comemora fim do ‘pesadelo’ com churrasco
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: