Cada vez mais mulheres morrem de derrame – aqui estão os motivos e os sinais

A preocupação de autoridades e profissionais de saúde com o aumento urgente.

Para melhor entender o que é um AVC de maneira simplificada, o que não é muito viável, pois de simples não tem nada, mas considerando apenas como explicação básica, o Acidente Vascular Cerebral acontece mediante a interrupção do fluxo de sangue em uma determinada região do cérebro. O resultado desse evento faz com que as células morram em decorrência da falta de oxigênio.

A informação sobre o alerta do aumento e dos riscos de AVC em mulheres foi feito pela Sociedade Brasileira de Cardiologia que constatou após análise das estatísticas de atendimento, que só no ano passado foram mais de 50 mil óbitos por conta de AVC. Segundo a SBM, as mulheres estão agora em igualdade com os homens.

São vários os motivos que podem ter elevado tanto o AVC nas mulheres que antes não passava de um terço em relação ao sexo masculino.

Conforme as estatísticas de atendimento nos hospitais apontam, as mulheres estão a cada ano subindo os números de casos, o que leva médicos a reafirmar que é preciso mudar os hábitos de vida

Esses são os principais motivos:

Vida sedentária – com a vida moderna que exige muitas horas dedicadas ao trabalho, muitas mulheres estão tendo menos tempo para cuidar da atividade física.

Aumento dos níveis de estresse por conta do excesso da jornada de trabalho.

Doenças cardiovasculares, já que a proteção natural dos hormônios entra em declínio após o período menstrual e na menopausa.

Reconheça os principais sintomas iniciais do AVC, essa informação pode salvar uma vida.

Quando a pessoa é socorrida quando ocorrem os primeiros sintomas, as chances de recuperação são maiores e o risco de morte pode ser evitado.

– Mente confusa;

– Perda de equilíbrio;

– Dormência ou paralisia do rosto, braços e pernas;

– Problemas na visão e na fala;

– Fraqueza e tontura;

– Fortes dores na cabeça sem causas conhecidas.

Diante desses sintomas, não precisa ser todos, é importante ir para o pronto socorro imediatamente.

Mulheres com maior incidência de riscos:

Menopausa antes dos 45 anos;

Hipertensão arterial não controlada;

Sedentarismo;

Primeira menstruação antes dos 10 anos;

Contraceptivos hormonais;

Obesidade, consumo excessivo de bebida alcoólica e cigarro.

Cada vez mais mulheres morrem de derrame – aqui estão os motivos e os sinais
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: