Bebê tem grave queimadura causada por 1 protetor solar e mãe alerta

“Eu só quero que os pais fiquem atentos ao que passam no bebê”, desabafou a mãe

A mãe Rebecca Cannon de Botwood nos Estados Unidos decidiu fazer um alerta aos pais após sua bebê sofrer graves queimaduras no rosto. A pequena Kyla de 14 meses ficou com queimaduras de segundo grau após usar um protetor solar spray.

Rebecca contou que na embalagem do protetor estava escrito que ele não era recomendado para bebês menores de seis meses. Como sua filha já tinha 14 meses, Rebecca não pensou que fosse um problema.  “Mas não deu certo. O rosto dela começou a ficar cada vez mais vermelho e o dia nem estava com tanto sol. No dia seguinte, minha filha acordou com o rosto inchado e bem vermelho, com bolhas começando a sair. Fomos imediatamente ao hospital e lá os médicos disseram que minha filha estava com queimaduras de segundo grau”, afirmou Rebecca em entrevista ao canal ABC.

A mãe ainda relatou que seus outros filhos também usaram o protetor solar em questão, mas somente a pequena Kyla apresentou as queimaduras. “O médico que atendeu minha bebê, relatou que já tinha visto alguns outros casos parecidos. E que o protetor solar provavelmente causou uma forte reação alérgica na Kyla”, relatou a mãe.

Após ter levado sua bebê ao hospital, a mãe atualizou os internautas sobre o estado de saúde da pequena. “A Kyla já voltou do hospital esta manhã após ter tido queimaduras de segundo grau e um inchaço extremo, mas ela está bem e se recuperando. Por favor, fiquem atentos com os protetores solares em spray”, concluiu a mãe.

Cuidados ao usar protetor solar no bebê

Ao passar protetor solar no seu filho é importante ter alguns cuidados. Primeiramente, saiba que os pequenos só podem usar o filtro solar após os seis meses de vida. Ao escolher o produto que irá passar no seu filho, prefira os protetores solares de amplo espectro, ou seja, que protegem contra a radiação UVB, mas também contra a UVA.

Outro cuidado importante é escolher um protetor que tenha FSP maior do que 15. Evite protetores solares que também tenham repelentes, isto porque os protetores solares precisam ser reaplicados constantemente e o repelente não. “A orientação é passar o filtro solar a cada 2 ou 3 horas sem uso excessivo”, afirma a pediatra Denise Bedoni, do Hospital Leforte.

Foto: Reprodução Facebook – A bebê horas após ter passado o protetor solar

Foto: Reprodução Facebook – A pequena Kyla alguns dias após a queimadura, já se recuperando

Bebê tem grave queimadura causada por 1 protetor solar e mãe alerta
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: