Autor francês diz que mulheres com mais de 50 anos ‘são velhas demais para amar’, e causa revolta

Yann Moix, de 50 anos, escritor e apresentador francês causou indignação no mundo todo ao dizer durante uma entrevista concedida a revista Marie Claire, que seria incapaz de amar uma mulher de 50 anos ou mais.

Yann declarou que as mulheres maduras são ‘invisíveis’ para ele, e que elas são ‘velhas demais para amar’, e que prefere namorar mulheres mais jovens, e preferencialmente de ascendência coreana, chinesa ou japonesa.

“Eu prefiro o corpo de mulheres mais novas, é só isso. Ponto final. O corpo de uma mulher de 25 anos é extraordinário. O corpo de uma mulher de 50 não é nem um pouco extraordinário”, disse Moix, autor e apresentador de TV.

“Talvez seja triste e redutivo para as mulheres com quem eu saio, mas o tipo asiático é suficientemente rico, grande e infinito para eu não me envergonhar”, disse à revista.

As declarações do escritor causaram revolta no mundo inteiro, e ele foi ridicularizado por homens e mulheres de todas as idades, e taxado de preconceituoso e ‘velho demais”, para esse tipo de comentário.

Uma jornalista chegou a publicar uma foto das nádegas, mas acabou deletando a foto.

A legenda dizia:

“Voilá, a bunda de uma mulher de 52 anos… que imbecil você é, não sabe o que está perdendo”, escreveu a jornalista Colombe Schneck no Instagram.

Outros publicaram fotos de celebridades com 50 anos, incluindo Halle Berry, Jennifer Aniston e Monica Bellucci, argumentando contra as alegações de que mulheres mais velhas não são atraentes.

 

 

Autor francês diz que mulheres com mais de 50 anos ‘são velhas demais para amar’, e causa revolta
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: