Após agredir jovem grávida durante trabalho de parto, médico sofre séria punição

Um assunto que veio à tona essa semana causou grande revolta na população. Uma jovem em trabalho de parto acabou sendo agredida fisicamente e moralmente pelo médico que realizava o procedimento. A cena da violência cometida contra a gestante foi toda filmada e as imagens viralizaram nas redes sociais.

Segundo informações do Correio Brasiliense, o médico que aparece nas imagens é Aramando Andrade Araújo. O caso aconteceu no Hospital Balbinha Mestrinho, em Manaus. O profissional era o responsável pelo setor que prestava atendimentos de ginecologia e obstetrícia nas maternidades públicas do estado do Amazonas.

O fato ocorreu no mês de maio do ano passado, mas somente se tornou público recentemente, após uma publicação realizada na internet. No vídeo, é possível perceber a falta de paciência do obstetra com a gestante, que tinha apenas 17 anos na ocasião. O profissional chega a bater com a duas mãos na virilha da moça, porque ela já não tinha mais força para empurrar o bebê.

A sogra da moça implora desesperada para que o profissional faça uma cirurgia, pois ela já não tinha nenhuma condição de ter o bebê através do parto normal. A Secretaria de Estado de Saúde informou que somente teve conhecimento dos fatos após o vídeo ser compartilhado nas redes sociais.

Ainda de acordo com a maternidade, os familiares da jovem não fizeram nenhuma reclamação na ouvidoria na época que aconteceu a gravação do vídeo. No entanto, essa não é a primeira polêmica em que o médico teve envolvimento. Ele já teria sido denunciado em 2015, na ‘Operação Jaleco’, da Polícia Civil, que investigou profissionais da saúde que eram suspeitos de cobrar para realizar cirurgias em hospitais públicos.

Punição

Segundo o Correio Brasiliense, o profissional foi afastado das suas atividades no Instituto Ginecologia e Obstetrícia do Amazonas. O CRM do Amazonas está apurando os fatos e a polícia continua investigando o caso.

Após agredir jovem grávida durante trabalho de parto, médico sofre séria punição
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: