Acidente à véspera de Natal mata sete pessoas da mesma família e choca o Brasil

Uma notícia triste e impactante deixou todo o país com o coração partido. Sete pessoas da mesma família, que viajavam para comemorar o Natal com familiares, tiveram suas vidas ceifadas na BR-153, em Porangatu, no norte goiano. Eram três adultos, duas crianças e duas bebês.

Segundo informaram os familiares das vítimas, eles se deslocaram de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, para passar o Natal com familiares em uma fazenda da cidade em que a batida aconteceu.

“Eles iam passar o Natal na fazenda da irmã deles, filha do meu ex-marido. Eles estavam todos muito felizes, iam levar as bebês para ela conhecer”, informou a mãe dos 3 adultos, que foram vítimas fatais no acidente que aconteceu no KM 80, nesse sábado, dia 22 de dezembro.
A equipe do Corpo de Bombeiros emitiu nota esclarecendo que o acidente “envolveu três caminhões, um Ford Fiesta e um Siena, o qual ficou 100% carbonizado.

Dona Marli, ainda em choque, contou em entrevista que “no Siena estavam o genro e pastor, Jocelio Coutinho, de 39 anos, a mulher dele e filha dela, Gislene Severo da Silva Coutinho, de 33 anos, que trabalhava na administração de uma empresa e licença-maternidade por causa do nascimento da filha, Ana Beatriz, de 4 meses de vida.

No carro também estava o outro filho do casal, Davi Lucas, de 5 anos, e Mariana Caroline da Silva, sobrinha de Gislene. O Célio estava dirigindo e no banco da frente estava a Mariana. O pai dela estava no Pará e ia encontrar depois com eles em Porangatu. A Gislene estava atrás com os filhos”, detalhou Marli, a avó das crianças e mãe dos adultos mortos no acidente.

As vítimas que sobreviveram contam que, “um dos bebês foi arremessado do Siena, que estava carbonizado. Quando chegamos, esse bebê já estava no colo de um deles”, explicou.

No outro carro estavam o filho mais velho da Marli e gerente de uma empresa, Geurivanio Severo da Silva, de 39 anos, a mulher dele, a técnica em enfermagem Grazielli Viviane de Sousa Silva, de 31 anos, e três filhos do casal, sendo uma menina de 3 meses de vida e dois meninos de 4 e 11 anos. Grazielli e a bebê, Beatriz Grabrielle, morreram no acidente”. Completou.
Geurivanio quebrou a clavícula e o neto de 4 anos fraturou a perna e a mandíbula. Já o menino de 11 anos não sofreu ferimentos”. Concluiu.

Os corpos das vítimas foram levados para Aparecida de Goiânia. O velório estava previsto para começar às 19h30 deste domingo (23), na Igreja Assembleia de Deus Ministério Vila Nova, no Setor Independência Mansões. “Eu estou firme porque a minha base é Jesus. Ele me sustenta, ele tirou sete pedaços meus, mas me deu estrutura que vou suportar tudo. Não é fácil”, desabafa dona Marli.

Acidente à véspera de Natal mata sete pessoas da mesma família e choca o Brasil
Gostou desse artigo?

Recomendados Para Você: